Alcance Orgânico do Facebook: 7 Dicas Matadoras

O que o Facebook está realmente tentando fazer é criar interações mais significativas entre os editores e seu público. A principal razão para isso é que as marcas e os editores não têm produzido conteúdo de qualidade digno de compartilhamento que resultou em um baixo envolvimento do público-alvo que conhecemos como engajamento. Nossa paisagem de mídia dividida com tanto barulho no meio deixou as pessoas confusas e desinteressadas.

Se você quiser saber mais sobre o Facebook, apesar das novas mudanças que tiraram muita genta da rodada, continue lendo as dicas do TOP 7 no Facebook.

DICA 1: Não seja chato e publique conteúdo diversificado OU seja criativo e aumente as postagens

Publicar conteúdo aborrecido algumas vezes por semana ou um mês simplesmente não é suficiente.

Raiva

Não mais.

O conteúdo deve ser divertido e agregar valor à vida dos seguidores das marcas. Se o alcance orgânico das páginas de marca for baixo, é provável que elas não saibam quais tipos de conteúdo o público-alvo deseja ver. Nesse caso, recomendo testar diferentes tipos de conteúdo. Imagens, vídeos, GIFs, enquetes, texto – o nome dele.

Dica 2: crie conexões significativas com diálogos

Facebook

Marcas que publicam enquanto simplesmente cruzam os dedos para que as pessoas se envolvam com o conteúdo não chegarão tão longe. O Facebook deixou bem claro que criar um diálogo com seguidores e fãs anula qualquer outra coisa. Marcas, empresas e profissionais de marketing que não entendem que estão simplesmente condenados.

Qual é a solução?

Ativar o público é o melhor caminho a percorrer. Tudo somado, as empresas precisam ser criativas ao iniciar diálogos. Fazer perguntas simples sobre as preferências de cores ou recursos de um produto pode ser um ótimo começo.

DICA 3: Aprofunde e conheça seu público

Segmentar as pessoas certas com os interesses certos é extremamente importante. Ir atrás de um público desconhecido custará às empresas um tempo precioso e não fará qualquer sentido. Os consumidores que já estão interessados ​​em uma determinada marca estão mais propensos a se envolver com seu conteúdo. 

facebook Pixel

O Facebook Pixel e o Custom Audiences são ótimas ferramentas para redirecionar pessoas que já viram o conteúdo das marcas em suas redes sociais ou website.

Dica 4: Micro-conteúdo é rei

Destacar-se em um feed do Facebook repleto de uma quantidade insana de informações pode ser complicado. É aí que entra o micro-conteúdo. Seja imagens, vídeos ou texto, ele precisa ser atraente. As pessoas nas mídias sociais foram treinadas para filtrar a maior parte do que encontram.

Condensar o micro-conteúdo é uma maneira inteligente de as marcas tornarem mais fácil para o usuário identificar rapidamente a autenticidade e a confiabilidade do mesmo. Recomendo que você jogue com fotos, infográficos, títulos divertidos, vídeos ou o que achar melhor.

Infográfico Facebook

Dica 6: Não deixe as pessoas penduradas

A mídia social é social e as marcas precisam reconhecê-la o quanto antes. Muitas empresas ignoram isso e preferem não se envolver com o público. Responder a perguntas ou entrar em diálogo com as pessoas que as seguem ajuda as marcas a formar relacionamentos sólidos e faz com que as pessoas voltem para mais. Por que não contratar um gerente de comunidade ou uma agência para essa tarefa?

É aqui que reside a principal oportunidade. Seja humilde e gentil com seu público, porque às vezes um simples agradecimento pode fazer uma grande diferença.

Dica 7: Nunca desista

Soa como um clichê, mas é verdade. Eu recomendo que as marcas façam o que for preciso, seja usando novas ferramentas, fazendo mais vídeos ou usando melhores anúncios no Facebook, é importante seguir em frente.

O ponto de aprendizagem

As marcas devem se concentrar mais em nutrir suas comunidades em vez de apenas lançar conteúdo irrelevante. O engajamento é mais importante do que nunca e as empresas devem fazer um gerenciamento de qualidade em seu conteúdo para viver de acordo com as aspirações de seus seguidores.

As conseqüências a longo prazo das mudanças ainda precisam ser distinguidas, mas até lá, espere e siga minhas sete dicas sobre como eliminar os algoritmos do Facebook e transformá-los no feed de notícias.

Tags: | | | | | | | |

Sobre o Autor

1 Comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *